FMI 2012 e o comportamento do consumidor

01 de maio de 2012

Existe um ditado que diz que tudo é maior no Texas, talvez seja uma referência aos grandes chapéus de cowboy, aos grandes vestidos de festas da era próspera do petróleo ou talvez lembre o grande sucesso da cantora Beyoncé, também nascida no Texas. Mas a verdade é que em Dallas, a FMI, hoje revigorada em sua proposta de levar ao seu publico informação e networking, na ensolarada manhã do primeiro dia de maio,  segue com Leslie G. Sarasin, President e CEO da FMI (Food Marketing Institute) que abriu os trabalhos do dia com a missão de apresentar os resultados de recente pesquisa sobre comportamento dos consumidores, o novo cenário do varejo e as maiores tendências do setor varejista de alimentos, tanto na perspectiva dos varejistas, como dos fornecedores. Leslie inicia mostrando o resultado mais significativo, que de fato altera comportamento e o posicionamento dos consumidores: “Eu aceito viver com menos”. Pós crise, assim o consumidor Americano se declara e com este posicionamento acirra a demanda por cupons de descontos que frenetizaram o varejo americano nos últimos tempos. Mas não só de cupons de descontos se fez a mudança de hábitos, ela também residiu na adoção consciente da marca própria pelas famílias americanas, que assim procedem no dia a dia, deixando as marcas tradicionais para situações especiais. Entretanto, vale lembrar que, nessa brecha de mercado, varejistas e fornecedores souberam fazer o tema de casa, atribuindo qualidade aos produtos marca própria. E, como não poderia deixar de ser, veio a tona, a questão da tecnologia, que auxilia o consumidor a economizar tempo e dinheiro gerando para o varejista, o que Leslie denomina  de e-opportunity, ou seja, a capacidade do varejista visualizar oportunidade nesse novo cenário que envolve tecnologia digital e exigências dos consumidores, adaptando-se positivamente. Como marco, sair do gigantesco e passar ao pequeno, ao vizinho e prático, perfaz a grande tendência para as lojas físicas, mas, sobretudo, cabe ao varejista aprender a explorar os vários canais, pois hoje e amanha o varejo será cada vez mais multicanais.

Clara Machado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s