Próxima parada, FMI – Food Marketing Institute – Dallas TX

De 30 abril a 3 maio, em Dallas, TX a  FMI2012 reunirá mais de 25.000 profissionais do varejo supermercadista de 90 paises durante quatro dias de educação instigante, um palco de espetáculo dinâmico, com 1.200 expositores  e inúmeras oportunidades para aprender mais sobre o cliente. A feira contará com US Food Showcase, IAM Convention and Exposition e United Fresh 2012.

FMI2012 será um grande evento, acompanhe a cobertura em tempo real.

Alimentaria, simplesmente Alimentaria

Barcelona, 27 de março de 2012
Da Barcelona de Messi, Gaudí e do inacabado templo da Sagrada Família, iniciamos nosso périplo pelos corredores e pelas esquinas da mais importante feira de alimentos do velho mundo. Magnífica, a feira que se desenrola nos sete grandes pavilhões que a abriga e ao caminhar por seus amplos corredores vamos vendo o charme que contém. A Alimentaria é charmosa pela maneira aconchegante que se manifesta para o público que a visita, charmosa na medida em que encanta o visitante fazendo-o entrar no clima dos vinhos, do azeite de oliva, dos queijos e é claro, do jamón ibérico. Mas a Alimentaria não se resume a isso, é mais, tem a “burrata”, fino queijo de leite de búfola, extremanente cremoso e saboroso, incentiva o enoturismo por entre as muitas “bodegas” que lá estão a exibir seus mais finos vinhos, e apresenta os mais puros azeites de oliva extra virgens do planeta. Hortifruti extra fresco? Sim, é possível com a tecnologia de balcões que “burrifam” de tempos em tempos umidade sobre os vegetais a uma temperatura de 6 graus centígrados. Além das conferências, que atualizam as mais novas tendências de mercado, como a preocupação dos pesquisadores da Universidade de Marseille com o desenvolvimento de novos produtos alimentares que agreguem valor para o consumidor, como o caso do arroz, que passará de simples amido a alimento nutritivo com a adição de vitaminas que não evaporam com o cozimento, ou a tecnologia de congelamento de peixes e crustáceos que garantem uma saudabilidade superior a dos peixes e crustáceos frescos, isso sem falar das tendências de mercado que apontam para a praticidade na oferta de produtos manipulados para entrega ao consumidor, como hortifrutigranjeiros, cortados, descascados e embalados praticamente prontos para consumo.

Clara Machado

Alimentaria e os princípios da Google para inovar com êxito

Barcelona, 28 de março de 2012

Da capital do Modernismo catalão, em meio a fantásticas obras arquitetônicas, segue a Alimentaria trazendo assuntos de vanguarda como a interessante apresentação dos princípios da Google para inovar com êxito. A gigante do setor virtual aponta os principais princípios para se atingir a inovação bem sucedida. No entendimento de Juan Martin Diretor Mundial de Grandes Contas Google, para se atingir o  ”sucesso”  precisamos buscar pessoas com talento, que sejam dedicadas, quase passionais por uma causa, que respirem curiosidade, determinação. Mas para buscar pessoas assim, temos que saber buscá-las. De outro lado, idéias, vêem de todas as partes, temos que estar constantemente abertos ao mundo e ao que ele nos oferece, mas sem contudo esquecer de devolver ao mundo o que ele nos dá, ou seja, compartilhar. Tudo que se coloca no mundo, sem exceção, há que passar por correções de rumo e ajustes e a Google, nada descarta, aproveita todas as idéias, entretanto os dados estão presentes em absolutamente todas as decisões, nada se faz sem a criteriosa  e minuciosa análise de dados, culminando com o foco no usuário e a espera da sua resposta. Nessas poucas palavras, Juan Martin atingiu o alvo da questão:, corroborando com as tendências apontadas na última edição da NRF em Nova York que indicam a necessidade do varejo trabalhar de forma mais efetiva os dados históricos, em tempo real e preditivos, bem como o foco no consumidor para obtermos também uma receita de sucesso.

Clara Machado de Barcelona para AGAS.

Alimentaria e as 8 tendências do varejo alimentar Europeu

27 de marco de 2012

Do alto da montanha Montjuic se descortina a bela e deslumbrante Barcelona, que agora cede seus encantos a Alimentaria, atual palco do varejo alimentar mundial, que hoje passou a vislumbrar as oito tendências do consumo alimentar na Europa, sob a ótica de Begoña Perez-Villareal e Sonia Riesco, Diretoras da AZTI, para elas, as tendências são novidades que passam a ser adotadas por uma massa critica de consumidores, e em um cenário projetado ate 2020 pode-se sentir oito tendências principais que não necessariamente se manifestam isoladamente. A primeira delas, o food telling, identifica as pessoas que preferem alimentos que tragam mensagens claras de seus conteúdos e que de certa forma conversem com o consumidor, de outro lado, os supersense, procuram obter do alimento uma experiência multisensorial, usando nada menos do que os cinco sentidos para sua satisfação. Mas, este mesmo consumidor, também esta disposto ao slowcal, (consumo mais consciente e sustentável), entretanto, tudo isso tem que ser implementado agora, perfazendo a tendência ao here and now, (aqui e agora) mas sem jamais abrir mão da boa experiência associada ao hedônico, ou seja, que nos dá prazer, que no caso foi denominado pelas pesquisadoras de eater tainment, porem tudo isso tem que ser carregado de uma dose de simplicidade para não complicar o turbulento dia a dia urbano, tudo muito made simple (fazer simples), e alem de tudo, existem os que depositam na saúde e bem estar à principal razão das suas escolhas de forma completamente individualizada e para finalizar há os que se expressem através dos produtos que consomem, sendo estes indivíduos pertencentes a ‘tribo’ dos ego foods.

Clara Machado. De Barcelona para AGAS

Alimentaria, a feira charmosa

Barcelona, 26 de março de 2012.

Diretamente da terra de Gaudí, Miró e da Sagrada Família, iniciamos uma nova aventura, explorando os mistérios do varejo de supermercado do nosso tempo em uma das maiores feiras de alimentos e bebidas do mundo, a Alimentaria. Exuberante, espalhada nos sete grandes pavilhões que a abriga, ao passar por seus amplos corredores, a feira vai ganhando mais um adjetivo, pois estamos diante de uma feira muito charmosa, quer pela forma com que seus expositores utilizam para mostrar seus produtos, quer pela forma com que contamina o visitante fazendo-o entrar no clima dos vinhos, do azeite de oliva, dos queijos e é claro, do jamón ibérico.  A cada passo, exercitamos de uma maneira muito harmoniosa os nossos sentidos, tanto pelo que vemos, como pelo que nos é ofertado a degustar. Ambientes agradáveis e aconchegantes garantem uma sensação de bem estar único, indo ao encontro da tendência cada vez mais evidente dos pontos-de-venda passarem a ser algo mais que simples locais-de-venda, envolvendo os conceitos de pontos-de-experiência, pontos-de-exploração, pontos-de-interação com o shopper.

Clara Machado de Barcelona para AGAS.