NRF 2012 e os pontos de inspiração

15 de janeiro de 2012.
Na New York da Wall Street, a Coca-Cola direciona suas forças para o design e para os pontos de inspiração dentro dos PDVs. Este foi o recado deixado por Justin Honaman, Vice-Presidente de Varejo Nacional da Coca-Cola, Michael La Kier, Diretor de Marketing da Coca-Cola e Claire Quinn, Diretora Nacional de Shopper Insights da Coca-Cola no painel Breakout Session da NRF 2012 – “Customizing the In-Store Experience to Meet Consumer/Shopper Preference – Customize a experiência dentro da loja para obter a preferência do cliente.
A multiplicidade de canais e o comércio eletrônico, muitas vezes pairam como uma nuvem cinzenta sobre o varejo tradicional e frente a essa realidade, o que fazer para levar o cliente para a loja? Como organizar as categorias? Tudo isso passa por entender o que o shopper quer. Segundo os CEOs da Coca-Cola, precisamos criar nos PDVs os pontos de inspiração para o shopper e neste toar, o design melhora tudo. A Coca-Cola acredita que um design arrojado, moderno e vigoroso é capaz de criar uma vantagem competitiva no varejo. Vantagem essa, que irá se traduzir por inspirar momentos de felicidade e de otimismo no shopper.
Segundo Claire, temos que entender quais os motivos que levam o shopper até a loja – compras mensais? De rotina? De simples e rápida reposição? Como ele faz para “navegar” por entre as gôndolas e qual a velocidade com que realiza esta tarefa.
Diversos fatores influenciam o comportamento do shopper, tais como oferecer a variedade procurada, estar conectado com as ocasiões certas, criar pontos de inspiração e influenciar com mensagens pontuais. Assim, é necessário desenvolver o conceito de preparação para compra, identificando os pontos de inspiração.
Fazer diferente, este é o lema. Bebida não precisa ficar restrita à área de bebidas. A Coca-Cola funciona como complemento da refeição e é este conceito que esta sendo desenvolvido junto ao shopper. Frango assado + Coca-Cola, este é o ponto chave, conclui Michael dizendo: “ temos o produto que complementa a alimentação”.
De Nova York para AGAS, Clara Machado