Resiliência e capacidade de engajamento

Teamwork of businesspeople

O principal componente das cidades, são as pessoas, e essas desempenham um papel importante na mediação do impacto dos fatores e outras interrupções do sistema de governança, bem como, influenciam uns aos outros individualmente. Atualmente existem muitos esforços que visam aumentar a participação dos cidadãos no planejamento para resiliência. Muitos órgãos públicos já perceberam que eles não podem planejar para os cidadãos, mas deve planejar com os cidadãos para que as informações e feedbacks políticos possam fluir em várias direções. Neste sentido, o aspecto principal do planejamento prima pela identificação e comunicação de metas que sejam compartilhadas e claras. Neste caso, a eficácia do desenvolvimento das metas de planejamento é muito variável, dependendo dos níveis de consenso, flexibilidade e abertura existente entre os participantes, bem como a coerência e clareza na comunicação durante esses processos. Três condições são necessárias para que ocorra a colaboração: diversidade de interesses representados pelos participantes, interdependência dos participantes e diálogo face a face autêntico. Estes são os pontos-chave que suportam probabilidades estatísticas de que a capacidade da rede de um sistema pode contribuir participando para resolver problemas complexos de forma eficaz. A participação do cidadão na tomada de decisão sobre as políticas urbanas e governamentais, e sobre mudanças climáticas em redes têm sido evidenciadas em várias regiões com sucesso, como por exemplo, Durban, África do Sul, Dakar, Bangladesh, Lagos, Nigéria, Hamburgo, Portland, EUA e Cidade do México, e todos eles mostram uma semelhança notável. Contudo, construir uma cultura de engajamento cívico pode melhorar o conhecimento, recursos e a capacidade para uma governança eficaz. Processos deliberativos e participativos, cuidadosamente liderados por pesquisadores em duas localidades no Reino Unido, revelaram uma capacidade latente de engajamento dos cidadãos. Assim, quanto mais transparente se propõe o projeto, para fins de engajar a participação desde o início, mais resultados positivos tendem a aparecer.