NRF 2014

 

AN14_Photo_Javits_Cropped

Teve início ontem na cidade que não dorme jamais a NRF 2014 – Big Show, a maior feira do varejo mundial e, já para começar, a primeira palestra da feira trouxe à tona questões sobre os novos formatos de varejo e os desafios da competitividade dos mercados. O painel apresentou Caruso Affiliated Fundador e CEO Rick Caruso, a estilista Rebecca Minkoff, Sprinkles Cupcakes fundadora da Candace Nelson, e Nordstrom Presidente Blake Nordstrom. O consenso girou em torno da dificuldade de alcançar e manter uma vantagem competitiva. Não tratando-se apenas sobre preço, conveniência , ou seja, todas as coisas habituais. Os varejistas precisam de uma estratégia de baixo para cima com o “prazer” do cliente como o princípio controlador para superar a concorrência. Sim, segundo os painelistas o varejista tem que revisar todas as antigas métricas, mas só isso não será suficiente. O varejista tem que ir além,  falar com o cliente e descobrir quando, onde e como eles querem uma solução específica para as suas necessidades. Tomemos o exemplo de cartões de fidelização. Será que faz sentido continuar usando-os como um cartão de desconto, ou o varejista pode oferecer recompensas, conveniências ou experiências únicas? E, para o futuro? Conexão é a chave. Os varejistas precisam se conectar com os compradores. Departamentos precisam estar conectados. Estratégia precisa se conectar com sistemas e dados. E tudo isso tem que acontecer rapidamente. É preciso adicionar agilidade para essa mistura. Ouvimos muito sobre big data, o cliente habilitado e omnichannel marketing, porém a promessa e o desafio em cada uma dessas tendências exigirá dos varejistas maior agilidade, conexões coordenadas, com visibilidade rápida em dados e a capacidade de acelerar a execução.